quarta-feira, 13 de agosto de 2014

À Vista.


 
A morte se dá por etapas
e quase todas ela
indiscriminadamente
estão lúcidas, visíveis,
e disponíveis ao tato.

Por exemplo, o olho
esse colorido vínculo
que nos coloca paulatinamente
de pé todas as manhãs.

(Ou nas madrugadas,
se um gato pular no telhado,
e do telhado para o forro
e do forro pra sua cama.)

O caso é que eu toco,
ando, penso, sinto,
cheiro e olho.
Olho mesmo e me despeço.

A morte se dá por parcelas
ou por pagamento à vista.

Toda visão é uma despedida
dessa passagem tão breve,
num bonde desgovernado
que é a vida.

2 comentários:

Allyne Medeiros disse...

desculpa se mandei um monte de comentario. meu pc esta com problemas e tava escrito q deu erro :/ aprove só um e exclua os outros. muito obrigada e desculpa!

Allyne Medeiros disse...

Amei seu blog e estou seguindo. Assim como você, amo a literatura.
Quando puder dá uma passadinha la ;)
loucosporlivros-cfb.(blogspot.com.br)
é so tirar dos parênteses