domingo, 2 de março de 2008

Bem que eu queria...


Queria ser por um dia
artesanato qualquer
pelas ruas de Olinda.

Ser talhada em madeira
pintada com a cor da rua
e do céu que se escancara.

Queria ser exibida
aos gritos
pelo vendedor
no meio dia
nas ladeiras
íngremes

E no meio de qualquer troça
que você notasse
e por qualquer preço
me levasse pra colorir
seu quarto

Mas que toda noite me visse.

(Jessiely Soares)


Foto de Felipe Ferreira -
www.flickr.com/photos/ff_fotografia/2040962840/in/photostream/

1 comentários:

Gustavo Santiago disse...

Acho tão belo alguém citar em alguma poesia certa cidade.

As ruas de olinda realmente devem ser belas.