quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Diariedades


Amanhece
e as coisas pequenas
vão se pondo em seus lugares

O costume tem dessas coisas.

A porcelana
reconhece a mesa
diária
e o pão recém nascido

Nada se perde nas
entrelinhas das conversas.

Nada do cerimonial da manhã é esquecido.

Mas em dias de despedida
a louça volta sozinha pra pia
e espera a matrona

Há de ter-se paciência para o banho!

Há dias em que
tudo que existe, incluindo chuva
e coisas da casa
ficam para segundo plano.


(Jessiely Soares)

4 comentários:

Salvador d'Almeida disse...

:)

Salvador d'Almeida disse...

ainda bem que há dias assim para que os outros possam ser mágicos

Anônimo disse...

simples e Belo!

Há necessidade de dizer algo mais?

Hamilton

.Leonardo B. disse...

[só para descansar, por vezes a vida se disfarça da própria vida... coloca-se fora do nosso alcance!]

incondicionalmente, Jess
um imenso abraço
mais 365 para o dois zero um zero

Leonardo B.